Open top menu
10 de mar. de 2014


Oiiii, galera!

Mais uma resenha chegando aí. O Samuel é um dos autores do blog "Meu Mundinho Ficticio". Ele se interessou muito pela história e agora fez uma resenha. Vamos conferir? Não se esqueça de comentar lá ;) 



------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Trechos favoritos da resenha:

Zimbo é a típica representação do anti-herói (...) Ana Paula Seixlack criou um personagem extremamente complexo e bem construído. Tão bem construído que Cowabunga  passaria fácil como uma biografia de uma pessoa real (....) Zimbo é detestável e carismático, os dois ao mesmo tempo, e é impossível não se envolver com sua história.


“A escrita de Ana Paula é leve, inteligente, e sem deslizes. Descreve os acontecimentos de forma bem humorada, sem pender para o pastelão em momento algum. A história de Zimbo é um drama, triste, mas é contada de uma forma que consegue arrancar risadas em meio às desventuras na vida do ex-surfista.”






“Contudo, apesar de todas as qualidades já descritas, o que mais me impressionou na obra foi o trabalho de pesquisa implícito em suas páginas. A autora nasceu no ano de 1986, mesmo ano que eu nasci, e ainda assim descreve com maestria detalhes corriqueiros passados décadas antes de seu nascimento. Além disso, fala do universo do surf com muita propriedade, reproduzindo gírias e termos técnicos do esporte que deixam a narrativa absolutamente verossímil, independente da época em que se passe cada parte do livro”


“Cowabunga é um livro bem escrito. Uma história bem contada. Uma biografia instigante e uma diversão garantida”


-------------------------------

É isso aí galera... Essa foi a opinião do Samuel Cardeal, do blog "Meu Mundinho Ficticio". Visitem o blog para ler a resenha completinha.  

Você ja leu Cowabunga?  Então mande seu comentário lá no blog MMF e no Skoob!

Surf´s up!